Av. 25 de Abril, Nº 20 | 7330-251 Marvão – Portugal | Tel +351 245 992 640 | Fax +351 245 992 500 | opoejo@ptnetbiz.pt
GPS: 39.41408,-7.351507
Reservas Online
Reservas: (+351) 245 992 640
Códigos GDS

Amadeus: ONQLRALB
Sabre: ON83757
Galileo/Apollo: ON64996
Worldspan: ONWLRAL
Pegasus: ON32833

Redes Sociais

Siga o Hotel no Facebook

Siga o Restaurante no Facebook

Youtube Siga o Canal do Hotel no You Tube

Siga o Hotel no Google +

FlickrSiga o Hotel no

Pinterest Siga o Hotel no Pinterest

Livro de Hóspedes

Este hotel é fantástico,
Espero voltar a viver,
Esta experiência incrível,
Antes de morrer.
Este hotel é fantástico e a comida era extraordinária.
Família Oliveira Pinto - 3 Abril 2010

ver mais

Turismo Sustentável
Turismo SustentávelO Poejo
Por um Turismo Sustentável

Por um Turismo Sustentável

Para que o Turismo de Natureza contribua para a conservação dos recursos naturais, não provoque danos na vida das populações locais e seja praticado em condições de segurança, será fundamental o cumprimento das normas que de seguida se relembram.

Respeito pela conservação da natureza e do património

  1. Cumpra a regra de ouro internacional: “ tire só fotografias, não deixe mais do que pégadas”.

  2. Não deixe influenciar-se por outros que possam ter desrespeitado a natureza antes da sua passagem: se encontrar zonas com  lixo acumulado, não aproveite para despejar as embalagens do seu consumo: transporte-as consigo até encontrar um contentor.

  3. Invista no futuro: não colha plantas nem assuste ou persiga os animais. O silêncio humano e o sossego são essenciais à manutenção dos habitats. Não deixe alimentos no campo.

  4. Não agrida o património que encontra, exposto e sem guarda, ao longo destes percurso: é com eles que se faz a História.

  5. Não faça corta- mato. Nunca saia dos trilhos ou caminhos nem salte ou danifique vedações.

  6. Não faça fogueiras, a não ser em locais definidos para o efeito. Quer na seara, quer na floresta, os fogos no Alentejo são devastadores. Se for fumador, apague bem os cigarros e transporte-os  consigo.

Respeito pelos usos, costumes e recursos da Região

  1. Os habitantes do campo são hospitaleiros, prestáveis, gostam de conversar e de partilhar a sua cultura. Cumprimente as pessoas com quem se cruza ou encontra nos “montes” e proceda com elas como gostaria que procedessem consigo um visitante da sua casa ou do seu local de trabalho.

  2. Respeite a propriedade e os bens de cada um: ninguém lhe negará uma peça de fruta, se a pedir, mas ninguém gostará que se abasteça por conta própria. Se precisar sobre a qualidade da água.

  3. Fundamental: Deixe as porteiras ou cancelas exactamente como as encontrou: não estão fechadas ou abertas para lhe barrar ou franquear a entrada mas para impedir o gado de fugir e assegurar a correcta gestão das pastagens.

  4. Leve sempre consigo uma mochila com uma muda de roupa, primeiros socorros, um saco para o lixo, uma bússola, um apito de emergência, uma lanterna, um farnel energético e água potável. Use calçado resistente e vestuário desportivo adequado á estação do ano. No Inverno não se esqueça do impermeável e, no Verão, do chapéu, óculos de sol e protector solar. Os viajantes em btt deverão usar sempre capacete e acrescentar ao equipamento citado as ferramentas e materiais necessários a pequenas reparações.

  5. Se tiver telefone móvel leve-o, mas poderá haver zonas sem cobertura nalgum troço do seu percurso. Nas zonas fronteiriças a rede espanhola pode ser dominante: nesse caso, deve discar antes do número pretendido os dígitos 00 351.

  6. Não beba água dos poços, fontes ou chafarizes sem se informar previamente sobre a sua qualidade. Se lhe disserem que é a água que costumam beber, tenha em atenção que as suas defesas podem não ser similares ás das pessoas que se habituaram ao seu consumo desde sempre.

  7. Evite fazer percursos ás quintas feiras, domingos e feriados durante a época de caça ( 15 de Agosto - 28/29 Fevereiro): são dias de caça em terreno livre.

  8. Evite passear sozinho. Se for  essa a sua opção, deixe o seu contacto e uma cópia do percurso que vai fazer a alguém da sua confiança.

  9. Antes de partir para qualquer passeio, estude bem o percurso, analise as distâncias e organize o seu tempo em função do tempo que calcula gastar, de modo a que a hora do regresso seja sempre antes do por do sol .Evite caminhar ou pedalar nas horas de maior calo. Na Serra, não se aventure em dias de chuva ou nevoeiro. Se viajar em tempo de chuva, informe-se no posto de turismo se todas as ribeiras que tem de atravessar dão passagem.